11 January 2010

Correspondência com governo britânico fechada a sete chaves









Processo no Reino Unido

Logo que o sargento-detective da Scotland Yard que colaborou no caso Madeleine McCann foi contactado por Gonçalo Amaral, ainda em Dezembro, para depor no julgamento que amanhã se inicia, a Polícia de Leicester elaborou um documento em que, basicamente, institui a proibição de divulgação de quaisquer pormenores que ainda não sejam conhecidos, relativamente ao caso.

Em vários aspectos, fica estipulado que essa proibição seja eterna, enquanto noutras situações é admitida a divulgação, mas só se os responsáveis pelo desaparecimento da menina inglesa forem algum dia levados à Justiça. Mesmo assim, só muito depois de uma decisão de um eventual recurso.

De acordo com um documento das autoridades inglesas, entre os dados absolutamente confidenciais estão contactos e correspondência com o Governo britânico sobre o processo; correspondência com serviços secretos e quaisquer documentos que revelem, ainda que indirectamente, tácticas de investigação policial.

Esta directiva inglesa serve, também, para sustentar a recusa de depoimento por parte de um dos polícias que mais de perto acompanhou o casal McCann (ver artigo anterior).

Assim, apenas poderão ser divulgadas informações que já eram do conhecimento público ou meras estatísticas e despesas com o processo.

Ponto importante no documento é o facto de as autoridades inglesas considerarem que o caso não está esclarecido nem encerrado, sendo feita menção a "pessoa ou pessoas envolvidas".

in Jornal de Notícias




5 comments:

  1. The only way to proceed now is for the case to be re-opened. If that happens, I'd like to hear what excuses the UK authorities will come up with to prevent British investigators who assisted the PJ from testifying.

    ReplyDelete
  2. Who said this news is true?

    This is a way to intimidate Portugal.
    If the McCanns were that powerful, they would not be asking to destroy the books and the CEOP would not have made that video.
    Whoever the CEOP people are, that video was a threatening for the offenders.
    You all can say that you don't trust Gamble but his comments about the video were not good for the McCanns.
    And it gave a lot of space to journalists to comment it and to say there are people protecting the perpetrator. "Whoever took Madeleine could strike again".
    ..."to protect other vulnerable children".
    Even Gamble talked about protecting other children.
    Maybe he changed his mind later, but he scared the McCanns last November.

    And now we are reading about Operation Task.
    Letters about the McCanns to the British government?

    "Dear Sirs,

    the McCanns would like to be received by PM Brown"
    Love from
    the police"


    "Dear police,

    Fuck the McCanns.
    Love from the
    British Government"

    ReplyDelete
  3. Which polititian, honest or not, would risk his name and his carrier, by keeping a correspondence with or about neglect, irresponsible parents, whose child disappeared on a mysterious way, and who could go to prison any moment?
    Gerry himself told Sandra Felgueiras they did not succed to be received by Brown.They never met him.
    And Brown did not phone them millions of times. Only once.
    The McCanns are megaloman and they try to intimidate through lies.

    Over and over again I watch the "McCanns media marathon" and I see how scared they are.

    Scared to death.
    I don't believe this Operation Task.

    ReplyDelete
  4. AH! AH! Deixem-nos rir. O Ministerio Publico que detem a investigacao tornou publicas e acessiveis numerosas files da investigacao. Files tao importantes que terminam concluindo a quando do arquivamento, que a miuda esta morta so que a PJ nao sabe com certeza absoluta quem a matou, em que circunstancias e onde foi escondido o corpo.
    As autoridades inglesas sabem que esta parte da investigacao e publica. Nunca se oposeram. Nunca a contestaram. Portanto esta historia agora so tem uma explicacao: Eles nao querem que o policia ingles deponha porque o depoimento incriminaria os Mccann ( pois o policia em tribunal nao pode mentir, sob pena de se transformar em arguido) e por isso teria de assumir que da investigacao conjunta e perante todos os indicios concluiram que Maddie esta morta e os pais envolvidos. Para evitarem tal depoimento, a estrategia e faltar a audiencia e justificar a falta com o ridiculo estatuto do segredo de estado.
    Esta estrategia ate pode funcionar em tribunal, mas nao serve para modificar a opiniao PUBLICA e refazer a imagem dos Mccann. O publico nao se convence com manobras de sabotagem. HOJE CONVENCEMO-NOS QUE ALGO ESCANDALOSAMENTE MAU ACONTECEU A MADDIE. TAO MAU QUE NAO PODE SER DIVULGADO.
    COMO ACHAMOS QUE ACIMA DE TUDO A CRIANCA MERECE JUSTICA E O ESTADO E O PODER NAO TEM O DIREITO DE BRINCAR E DISPOR DOS DIREITOS DAS CRIANCAS DE ACORDO COM AS SUAS CONVENIENCIAS... LANCEMOS UM APELO A TODOS OS PORTUGUESES:

    - SE ESTIVER EM PORTUGAL VA A LISBOA NA TERCA-FEIRA A MANIFESTACAO DE APOIO A G. AMARAL (9:30 frente ao tribunal).

    -SE ESTIVER FORA DE PORTUGAL E NUMA ZONA ONDE HAJA EMBAIXADA OU CONSULADO PORTUGUES, MANIFESTE-SE NESTES LOCAIS. MOSTRE QUE OS PORTUGUESES SAO PELA IGUALDADE NA JUSTICA, CONTRA A MORDACA E A CENSURA. MOSTRE QUE SOMOS UM POVO QUE LUTA E LUTOU SEMPRE PELA IGUALDADE DE DIREITOS E PELA LIBERDADE DE EXPRESSAO.

    - SE NAO PODE ESTAR PRESENTE NA MANIFESTACAO EM LISBOA, NEM ESTA NUMA AREA COM EMBAIXADA OU CONSULADO PORTUGUES, USE A INTERNET. INUNDEM OS SITES DA PRESIDENCIA DA REPUBLICA, DA PROCURADORIA GERAL DA REPUBLICA, DO PARLAMENTO, DOS PARTIDOS POLITICOS, DAS TELEVISOES E JORNAIS, DO TRIBUNAL CIVEL DE LISBOA( MUITO IMPORTANTE) COM MENSAGENS DE APOIO A G. AMARAL E A PJ. TODOS JUNTOS, MOSTREMOS DE VARIAS FORMAS A NOSSA INDIGNACAO E O NOSSO RESPEITO POR PORTUGAL E PELOS DIREITOS DAS CRIANCAS. NAO E POR MADELEINE NAO SER UMA CRIANCA PORTUGUESA QUE DEIXAREMOS DE LUTAR POR ELA. SE FOMOS CAPAZES DE A PROCURAR QUANDO DESAPARECEU, SE FOMOS CAPAZES DE A LEVAR NAS NOSSAS PEREGRINACOES A FATIMA, SE INGENUAMENTE CONTRIBUIMOS MONETARIAMENTE PARA O FUNDO DOS PAIS, MOSTREMOS AGORA QUE TAMBEM SOMOS CAPAZES DE LUTAR PARA QUE LHE SEJA FEITA JUSTICA. TAMBEM SOMOS CAPAZES DE LUTAR PELOS NOSSOS POLICIAS, OS UNICOS QUE LHE DEFENDEM OS DIREITOS MESMO SAINDO PREJUDICADOS. OS NOSSOS POLICIAS MERECEM O NOSSO RESPEITO E ADMIRACAO. G. AMARAL NADA MAIS E DO QUE O ROSTO DA PJ.

    APELO A QUEM SOUBER OS SITES DAS ENTIDADES MENCIONADAS ACIMA que os PUBLIQUE AQUI e em JORNAIS para que todos os portugueses se possam MANIFESTAR A PARTIR DE TODO O MUNDO.

    Passem os sites por e-mail aos vossos amigos.

    ReplyDelete
  5. Sorry, but I think J d N has got this wrong. De Freitas would have been conatcted long before December, because this case was origianlly supposed to be heard in December. So no way would GA's lawyer only have been writing to him then.

    All a bit histrionic methinks.

    ReplyDelete