12 January 2010

Pais de Maddie McCann tentam afastar polícias


Kate McCann Arguida, Setembro 2007

Casal inglês quer evitar que testemunhas confirmem tese de que ocultaram cadáver de Maddie

por Nuno Miguel Maia

Kate e Gerry McCann estão a tentar impedir que os investigadores do caso de desaparecimento da sua filha Madeleine sejam, hoje, ouvidos nas Varas Cíveis de Lisboa, no início do julgamento da providência cautelar que retirou do mercado o livro "A Verdade da Mentira".

O argumento para este pedido apresentado ao juiz, nos últimos dias, prende-se com alegados "vícios" na oposição de Gonçalo Amaral, o ex-investigador da Polícia Judiciária de Portimão e autor daquela publicação, que defende a tese da morte de Maddie e envolvimento dos pais no desaparecimento do cadáver.

Para hoje está prevista a audição de vários elementos da Polícia Judiciária chamados pelo ex-coordenador, que poderão, eventualmente, corroborar a mesma tese. Magalhães e Menezes, procurador do Ministério Público que arquivou o processo, também foi arrolado.

No despacho final, este magistrado também admitiu a possibilidade de a menina inglesa estar morta e que o casal McCann não conseguiu provar a sua inocência - por não ter sido efectuada uma diligência de reconstituição dos factos, face à indisponibilidade dos amigos ingleses.

A advogada que representa Kate e Gerry McCann argumenta que os factos alegados pelo casal na providência cautelar - que decretou a retirada do mercado do livro de Gonçalo Amaral e respectivo documentário televisivo - devem ser dados como assentes, por não terem sido devidamente contestados.

E que, por isso, é desnecessária a inquirição dos investigadores, entre os quais se incluem Tavares de Almeida e Ricardo Paiva, da PJ de Portimão, Luís Neves, director do combate ao banditismo da PJ, e Guilhermino Encarnação, ex-director da PJ de Faro. O antigo inspector da PJ, Francisco Moita Flores, também foi chamado como testemunha. Conforme noticiou ontem o JN, outra testemunha-chave de Gonçalo Amaral era um elemento da Scotland Yard que colaborou com a investigação portuguesa. Para recusar depor, José de Freitas (inglês, apesar do nome português) enviou uma carta ao tribunal em que alega obrigação de confidencialidade e "imunidade de Estado" do Reino Unido.

O casal McCann argumenta que a constante difusão da tese do ex-coordenador da PJ coloca-os injustamente como suspeitos - contrariando o despacho de arquivamento - e que prejudica a procura da menina. Recusam a possibilidade de morte e insistem na tese do rapto.

Por sua vez, o ex-coordenador da PJ alega não ser o único a defender a hipótese de Madeleineter falecido e o possível envolvimento dos pais no desaparecimento do corpo. Sublinha basear-se em factos reunidos no processo - incluindo "indícios" detectados por cães ingleses.

in Jornal de Notícias


11 comments:

  1. Meu Deus,ao ponto a que isto chegou!Depois de tentarem asfixiar monetariamente o inspector para que este não conseguisse contestar a providência cautelar tentam agora impedir que a juíza leve em conta o depoimento das suas testemunhas de defesa?!Mas o que é isto?Que gente é esta?

    ReplyDelete
  2. IN MY IMAGINATION THIS COUPLE WILL APPEAR TOMORROW WITH BIG-HUGE BAG FOR MONEY AND BIG-HUGE DEMANDS AGAIN AND AGAIN. BE STRONG, PORTUGAL! SHOW THEM THE TRUTH ABOUT THEIR LIES! YOU ARE NOT ALONE!
    GOD! THEY'VE GOT TWO MORE KIDS! ... ... ...

    ReplyDelete
  3. Nossa que eles são mimados. Foram certamente criados com os pais lhes fazendo todas as vontades.
    O mundo inteiro tem que fazer o que eles querem.

    ReplyDelete
  4. "A advogada que representa Kate e Gerry McCann argumenta que os factos alegados pelo casal na providência cautelar (...)devem ser dados como assentes, por não terem sido devidamente contestados."

    Mas isto faz algum sentido ??!! A contestação não vai começar hoje?Desde quando são os advogados a decidir se uma contestação foi bem sucedida ou não? Não é ao Juíz que compete tal tarefa ?
    Por outras palavras, o que esta senhora pretende dizer é que a palavra dos seus clientes é lei e que, portanto, não vale apena sequer discutir, é obedecer e pronto ? Ai minha Mãe do Céu...

    ReplyDelete
  5. E o circo voltou a cidade com os palhacos-Mor a desempenharem tambem papeis acrobaticos.

    " A advogada que representa Kate e Gerry McCann argumenta que os factos alegados pelo casal na providência cautelar - que decretou a retirada do mercado do livro de Gonçalo Amaral e respectivo documentário televisivo - devem ser dados como assentes, por não terem sido devidamente contestados."

    E nos, portugueses, que fomos educados a respeitar as regras dos tribunais, pensavamos que quando uma testemunha e arrolada por uma das partes, a outra nao pode impedir essa testemunha de testemunhar. Mais... se a testemunha faltar a audiencia tem de justificar porque faltou (por vezes com atestado medico) e ela sera ouvida numa proxima audiencia. Nao pode recusar testemunhar sem um motivo valido, sob pena de ser acusada de perversao da justica ou impedimento da mesma.

    Mas na charada a que este Procurador Geral da Republica, e este governo nos habituaram ja tudo e possivel. Vamos ver se o novo Ministro da Justica merece os votos de quem lhe deu a possibilidade de usufruir o salario e as regalias inerentes ao cargo, ou se e mais um vendido aos interesses obscuros de uma certa MINORIA DAS MINORIAS.

    Se o PGR tivesse T..... re-abria hoje o caso Maddie e requeria o re-envio para Portugal de todas as amostras forenses que estao em poder dos ingleses. AS ULTIMAS EXIGENCIAS DOS MCCANN, SAO A PROVA CABAL DE QUE TUDO FAZEM PARA IMPEDIR UMA INVESTIGACAO FEITA POR POLICIAS OFICIAIS. PRIMEIRO MANIPULARAM A INVESTIGACAO, AGORA MANIPULAM OS TRIBUNAIS.
    Para os que nao acreditam na tese de rapto, hoje vem mais uma atitude a apoiar as nossas duvidas em relacao a este casal. DESDE O MINUTO EM QUE A FILHA DESAPARECEU ( MORREU) QUE TUDO E EM PROL DELES E NAO DA FILHA. O dinheiro sujo que obtiveram de forma fraudulenta atraves do Fundo, tem servido apenas para comprar EDITORES DE JORNAIS, TESTEMUNHOS FALSOS A INCRIMINAR INOCENTES, PORTA-VOZES E EMPRESAS PROMOTORAS DE IMAGEM, ADVOGADOS E AO QUE PARECE AGORA, POLICIAS E AGENTES DOS TRIBUNAIS.
    A imagem de Portugal nao podia estar mais baixa. O que cada Portugues nao daria para ter BERLUSCCONI como Primeiro Ministro. Dizem que e corrupto como o Nosso, mas tem T.... e nao deixa que ninguem insulte a Italia nem vende os interesses dos Italianos a qualquer estrangeiro, mesmo que seja o Brown ou o OBAMA. Basta vermos que sorte teve Amanda Knox no caso Meredith. (CONT)

    ReplyDelete
  6. CONT:
    NOS PORTUGUESES DEIXAMOS UMA RECOMENDACAO AOS SRs. PM, PGR e MINISTRO DA JUSTICA:- Apliquem os mesmos principios e o mesmo metodo aplicado no caso Maddie aos terroristas espanhois da ETa que a GNR cacou ha dias em Portugal. Afinal esses terroristas nao fizeram mal nenhum a Portugal, nao montaram um Fundo a custa de donativos dos Portugueses, nao deixaram filhos abandonados nem queimaram a imagem de portugal no estrangeiro. Merecem a MESMA MAQUINA DE DEFESA E DE PERVERSAO DA JUSTICA QUE TEM OS MCCANN.

    Se o caso Maddie esta abafado em Portugal e transformado em Tabu, nao o esta no resto do mundo onde os portugueses de cada vez que assumem a sua nacionalidade sao confrontados com chacota e indignacao perante um caso de COVER-UP de um crime cuja vitima e uma inocente crianca, incapaz de se defender. E vem as TVs e os agentes da autoridade portugueses apelar e defender em programas de TV que os vizinhos, os amigos ou cidadao anonimos devem denunciar as autoridades casos de maus-tratos.... Para QUE?? se neste caso, o pior dos maus tratos ja que a crianca desapareceu ( nao direi sem deixar rasto porque deixou o rasto da mae na janela-impressoes digitais) o GOVERNO PROTEGE OS PAIS E EVITA QUE SEJAM INVESTIGADOS OU JULGADOS.


    SE AS TESTEMUNHAS NAO PODEM SER OUVIDAS, ENTAO TODO O PROCESSO CONTRA AMARAL DEVE SOFRER SHUT-DOWN E O LIVRO SER REPOSTO NAS LIVRARIAS LIVRE PARA SER COMPRADO E TRADUZIDO, POIS FICA POR PROVAR A ALEGACAO FEITA PELOS MCCANN DE QUE O LIVRO PROPAGA UMA MENTIRA QUE IMPEDE A PROCURA DA FILHA. Nao havendo provas aplique-se a presuncao de inocencia que rege a justica portuguesa" ATE PROVA EM CONTRARIO, TODOS SAO INOCENTES".

    Quao desesperados estao os Mccann. nao quiseram vir a portugal para a reconstituicao que ajudaria a esclarecer o que aconteceu a filha, mas vem para "entalar" o policia e o pais porque o pais esta com o policia e para esmifrarem milhoes de Euros de forma escandalosa. MUITO OBRIGADO SOCRATES POR SER HOJE A IMAGEM DA NOSSA VERGONHA!!!!

    JA NADA NOS SURPREENDE NESTE CIRCO. HA UMA SEMANA EU DIZIA QUE O POLICIA INGLES NAO VIRIA (uma desculpa seria inventada) E QUE AS TESTEMUNHAS PORTUGUESAS SERIAM PRESSIONADAS OU CORROMPIDAS PARA FICAREM CALADAS. ET VOILA.... tudo tao previsivel.

    ReplyDelete
  7. Pois e meu caro Socrates, no pais onde dizes reinar, reinam outros, por isso temos o resultado da sopinha que tens andado a cozinhar com a justica e a seguranca. Tens pais negligentes a ditarem regras e leis e a limparem o rabiosque as leis que criaste. Tens terroristas a passearem-se sob o sol de Inverno e Graffitis desenhados com ousadia nas Igrejas Ex-libris do teu Burgo.
    QUE MAIS O FUTURO NOS RESERVA ANTES DE SER FEITO O SHUT-DOWN DO PAIS?

    Olhemos para O Pm da Irlanda do Norte e tiremos conclusoes: QUEM TEM DIGNIDADE E RESPEITA OS SEUS ELEITORES E O SEU PAIS, DEMITE-SE, quando o vento nao esta de feicao.

    ReplyDelete
  8. Joana, andei a procura nos meus mails do artigo do Sr ( chamar-lhe senhor e um insulto aos meus neuronios ) Parson's porque gostava de anexar tao vergonhoso insulto, a indignacao que hoje vou enviar ( ja que estou fora de Portugal) a Embaixada e a diversos orgaos em Portugal (PR, PGR, Ministerio da Justica, Parlamento, etc). Seria bom que quem sabe os enderecos electronicos destas entidades os publicasse aqui, para fazermos da NET uma grande auto-estrada de INDIGNACAO. O artigo do Sr. Parson's e um FACTO e apenas mais um EXEMPLO DE COMO PORTUGAL E VERGONHOSAMENTE INSULTADO COM AS AUTORIDADES PORTUGUESAS A FECHAREM OS OLHOS. QUEM TEM O ARTIGO, PUBLIQUE-o AQUI para que todos possamos usa-lo e mostrar que nao comungamos dos mesmos principios que comunga o governo Portugues.

    Acabei de ver no BOM DIA PORTUGAL, RTP, mais uma figura do circo, Rogerio Alves. Nem sei para que e que o convidam. Ele nao precisa de abrir a boca, ja todos sabemos as aldrabices que vai dizer. Devia ter trazido vestido o habito de Frade para pregar o semaozinho aos peixinhos. Os portugueses tambem ja estao fartos desta personagem que nunca tras nada de novo. Interessante e comparar a analise que ele faz ao caso dos terroristas da ETA com o caso Madie: DUAS BITOLAS.... recomendo a mudanca do simbolo da justica- EM VEZ DA BALANCA, USEM A FORCA OU A GUILHOTINA. Sao simbolos mais apropriados para a justica portuguesa.

    BOM DIA PARA VOCES JOANA. MILHOES DE PORTUGUESES EM TODO O MUNDO ESTAO COM VOCES NESTA LUTA!!!

    ReplyDelete
  9. Cara Anónima #8, o artigo do Tony Parsons foi, tanto quanto sei, retirado do site do Mirror. Pode encontrar o texto, reproduzido, em vários blogues, inclusive aqui: http://joana-morais.blogspot.com/2007/11/oh-up-yours-senor.html - também com tradução para Português.

    A ver pelas notícias de ontem, suponho que a venda que cega a Justiça, tenha descaído e passado a servir de mordaça...

    ReplyDelete
  10. Ja enviei a minha mensagem de indignacao ao Presidente da Republica com copia do artigo do sr. Parson's. Para enviar uma mensagem ao presidente basta aceser a pagina Presidencia da Republica e preencher o espaco dedicado as mensagens.


    Que muitas vozes se revoltem

    ReplyDelete
  11. Até´quando vai a ARROGANCIA deste povo?

    Lembra-me a mentalidade de Henrique VIII que dizia: " Subsmissao sem condiçao!

    Esta frase combina tanto com os ingleses como Earl Gray com leite e Scones.
    BINGO!

    o circo vai pegar fogo.

    greetings from Rio!

    ReplyDelete